Ads 468x60px

.

terça-feira, 20 de outubro de 2015

TV: Governador nega rompimento com Fátima Bezerra e destaca esforço para fim da greve da UERN

Foto: Assessoria/Governo do RN
O governador Robinson Faria (PSD) negou que haja rompimento político com a senadora Fátima Bezerra durante entrevista ao vivo ao Jornal do Dia, na TV Ponta Negra, na capital do estado, nesta terça-feira (20).
O chefe do Executivo falou ainda, entre outros assuntos, sobre o esforço do Governo do RN para pôr fim à greve da Universidade do Estado do RN (UERN) e também ressaltou os avanços no turismo, saneamento, educação e segurança.
Sobre a recente entrega dos cargos da diretoria da Fundação José Augusto, o governador disse que o episódio foi baseado em uma decisão interna do partido.
A decisão de entregar os cargos me causou estranheza, mas não há distanciamento com o PT, o que é muito bom para o nosso governo. Sou muito grato ao partido por ter colaborado com a nossa vitória", declarou o governador, destacando o apoio recebido de Fátima Bezerra em relação aos projetos e pleitos do RN em Brasília, e negando que a relação entre os dois tenha sido abalada.
Qualquer rompimento com o PT foi descartado pelo governador, registrou informação vinda da assessoria de comunicação do governo potiguar.
Sobre a UERN, o governador explicou que o Tribunal de Justiça do RN ainda julgará a ilegalidade da greve, mas adiantou o sentimento em relação ao período de paralisação na instituição.
Fico triste porque quem está pagando são os alunos. Tivemos ao menos seis reuniões com os sindicatos, com minha presença, que não estão compreendendo que o Estado está acima do seu limite prudencial. Mesmo assim, cerca de R$ 60 milhões em salários foram pagos aos servidores da UERN, em dia, mesmo sem a prestação do serviço. Eles sabem que o aumento não foi dado porque o Governo não está autorizado pela Lei de Responsabilidade Fiscal”, declarou na entrevista, onde abordou temas como segurança, turismo, saneamento e educação.


0 comentários:

Postar um comentário